Uma fada chamou por mim

Deixo-vos aqui um pensamento …já tem uns anitos  e a minha inquietação interior já se aquietou:

Tu já tinhas ouvido aquela voz cristalina que te lembrava da tua essência divina, mas o barulho do mundo era ensurdecedor e a linha que te unia ao universo estava laça e quebradiça .      Andavas na corda bamba e nem davas por ela…
Ela voltou a chamar-te e desta vez, talvez pelo equilíbrio ser tão frágil, permitiste-te ouvir aquela voz diáfana que te chamava e te recordava da tua missão. Seguiste- a enfeitiçada como os ratos tinham seguido flautista de Hamelin…No meio da floresta e por entre as águas límpidas, lá estava ela…tu já tinhas lido que as Fadas têm uma forte ligação à água, por isso nem estranhaste.

Ela chamou-te para junto dela e disse-te palavras tão sábias e cheias de amor, reconfortou-te e olhou para dentro de ti, como há muito ninguém soubera fazer. Sentiste-te renascer como se fosse a alvorada da primavera,os teus olhos encheram-se de sol e tua alma parecia um passarito a cantarolar.Levantaste-te e foste na direção do horizonte…por dentro sorrias e por fora parecias uma criança traquina.
Vanda Maria Furtado Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *