o conto de fadas – a saga do herói

As lendas e as histórias de fadas são incluídas, hoje, no acervo básico da literatura infantil porque as crianças se apossaram delas, enquanto o público mais sofisticado as considerava uma literatura de menor significado. Mas não há quem desconheça o quanto os grandes artistas, inclusive escritores de todos os tempos, buscaram e buscam, constantemente, inspiração nas manifestações mais primitivas da sua cultura, no folclore.

Todo conto de fadas gira em torno de um herói ou heroína que apresenta sua origem: pai, mãe, terra, cultura. O herói ou heroína vive sempre dificuldades grandes e chegam a um momento de impasse em que alguma coisa extraordinária precisa acontecer para que haja uma solução satisfatória. Entram, então, em ação múltiplos poderes naturais e sobrenaturais ou mágicos, tanto do lado do bem como do lado do mal: inimigos terríveis, companheiros fiéis, personagens imbuídos de insegurança, de esperteza, de coragem, figuras transcendentes, como, por exemplo, fadas, anjos, demônios e dragões.

A luta é sempre extremamente difícil, mas, ao final, faz-se a justiça, encontra-se a paz, a harmonia, e os vencedores são, sempre, o bom e o bem. Todo conto de fadas constitui-se como uma “saga de herói”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *