Histórias para Corações doces

“Quando finalmente chegou à aldeia, apanhou as estrelas caídas no chão, acarinhou-as entre as mãos calejadas pelo trabalho, contou-lhe histórias de encantar, beijou-as, disse-lhes palavras de amor, e abraçou-as até elas sentirem o quentinho que emanava do seu coração.. Depois esperou pelo milagre…

Foi verdadeiramente sublime ver as estrelas a desabrocharem da mãe-Terra, subindo em anéis espiralados, com um brilho intenso e tão cintilante que pareciam estrelas bailarinas.

Nessa noite e em todas as outras que se seguiram nunca mais o breu da noite se viu e Samuel ia cumprindo a sua tarefa , mimava as estrelas até elas voarem para o céu. Até que um dia, quer dizer, uma noite, as estrelas deixaram de cair do céu .

As estrelas sabiam agora que os Homens as admiravam e as  amavam , mas que   o seu lugar era lá em cima no firmamento, onde os sonhos e a esperança se encontram para dar luz ao mundo”

Excerto do conto Samuel , o guardião  das estrelas

Vanda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *